Blog | Descubra o diferencial da limpeza técnica e sua importância

23 de abril de 2021

A higienização adequada dos ambientes é essencial, principalmente em espaços onde a contaminação pode pôr em risco a vida de pessoas e acarretar prejuízos diretos a seu produto. Para dar conta dessa necessidade específica de limpeza em empresas, indústrias, hospitais e outros, é preciso investir na limpeza técnica. 

Mas antes, vamos entender o que é e quais são seus tipos.

A limpeza técnica consiste na higienização dos espaços adotando práticas de maior especificidade, que vão além da varrição, por exemplo, e buscam evitar a contaminação e proliferação de organismos nocivos aos trabalhadores e consumidores do produto ou serviço. 

Segundo o manual de Boas Práticas Para O Serviço De Limpeza (UNESP), chegamos à definição de que  “A Limpeza Técnica é o processo de remoção de sujidades, mediante a aplicação de agentes químicos, mecânicos ou térmicos, num determinado período de tempo. Consiste-se na limpeza de todas as superfícies fixas (verticais e horizontais) e equipamentos permanentes, das diversas áreas do recinto.”

Ou seja, a prática da limpeza técnica se preocupa de forma detalhada e minuciosa, promovendo também a conservação, mas não só dos materiais utilizados, a preocupação visa também a segurança do produto final.

Dica: Para a limpeza técnica, é recomendado considerar soluções específicas e otimizadas para lidar com essa atividade. 

Veja agora os tipos de limpeza técnica e onde são aplicadas; 

Limpeza química: 

São feitas principalmente em superfícies internas como tubulações industriais. Através desse tipo de limpeza é possível remover óxidos ferrosos, contaminações orgânicas, inorgânicas e  também biológicas que representem risco à saúde ao contaminarem o produto final.

Limpeza mecânica: 

O processo de limpeza mecânica ocorre a fim de remover os resíduos presentes nas tubulações, peças e equipamentos. Essa ação se dá a partir do uso de máquinas, ferramentas específicas e/ou outros equipamentos de higienização técnica, dependendo do local e material que o compõem, pode ser combinada também com a limpeza anterior. 

Limpeza térmica: 

É feita utilizando materiais que envolvem trocas de temperatura. Por exemplo, o gelo seco é manipulado para limpar instrumentos industriais. 

Agora que já sabemos os tipos de limpeza técnica existentes, vamos conhecer os principais locais em que ela se faz indispensável; são eles:  

• Indústria Farmacêutica,

• Indústria Alimentícia,

• Indústria de Domissanitários,

• Indústria Cosmética. 

Leitura complementar: Entenda o que são Soft e Hard Facility Management

Fique atento também aos principais locais que precisam ser higienizados de forma técnica. Aproveite para criar um cronograma de limpeza, organize planilhas e instrua seus profissionais responsáveis por essa atividade. 

Depois de entender o diferencial oferecido pela limpeza técnica e também a importância desse trabalho para garantir a saúde e segurança de todos os envolvidos e da produção, vamos tratar dos benefícios dessa prática. 

Eles incluem: produtividade segura, bem estar no trabalho, estrutura organizada e eficiente. Todos esses fatores contribuem para um convívio saudável e higiênico dentro da empresa. Esse resultado está indiretamente ligado aos frutos da produção, mas são essenciais para que eles sejam alcançados nas melhores condições, em um ambiente higienizado. 

A Renaux Service é especialista em tudo que faz. Com nossos profissionais especializados e com modernas ferramentas para o eficiente desempenho da limpeza técnica, podemos ajudar você e sua empresa no processo de soluções de facilities. Entre em contato conosco e saiba mais sobre como aplicar esse serviço.   

Voltar