Blog | Avaliando o retorno dos ativos: o que é o RoFA?

05 de janeiro de 2021

O aumento do custo e da complexidade do capital do ativo resultou em um aumento no risco operacional e financeiro, como consequência de uma falha catastrófica. Isso intensificou a pressão dos acionistas e órgãos reguladores para melhorar o custo e os relatórios do ciclo de vida dos ativos. Felizmente, ao seguir uma abordagem de gerenciamento do ciclo de vida total de ativos, você pode gerenciar melhor seus ativos para competitividade de negócios a longo prazo. Isso começa com uma necessidade de negócios claramente definida para o ativo e os sistemas de cuidados associados, desde o projeto até a desativação.

O investimento que uma empresa faz em seus ativos é frequentemente medido em relação aos lucros que a empresa gera. Essa medida, conhecida como retorno sobre ativos fixos (ROFA), é frequentemente usada no planejamento estratégico quando uma empresa escolhe qual unidade ocupar ou a fábrica na qual produzir um produto. O gerenciamento de ativos se concentra em alcançar o menor custo total do ciclo de vida para produzir um produto ou fornecer um serviço. O objetivo é ter um ROFA superior ao de seu concorrente, para ser o produtor de um produto ou serviço de baixo custo. Isso não só garantirá uma maior participação de mercado, mas também atrairá investidores que fornecerão uma base financeira sólida para a construção de novos negócios.

Nos últimos anos, à medida que as empresas começaram a pensar de forma mais estratégica sobre seus ativos, a demanda por uma abordagem mais integrada tem aumentado constantemente. O gerenciamento eficaz dos ativos em todo o seu ciclo de vida, portanto, requer que todos os departamentos envolvidos trabalhem como uma equipe multifuncional. O departamento de manutenção, em particular, precisa entender sua função no gerenciamento do ciclo de vida dos ativos em cada estágio.

Para iniciar nos Key Performance Indicators (KPIs), ou apenas indicadores, com maior propriedade, nós já temos no nosso blog uma série de opções na aba do assunto. Que tal começar com o artigo onde falamos sobre como estabelecer, medir e relatar os SLAs?

Agora, voltando....

O que é um ativo fixo?

Vamos revisar suas habilidades de contabilidade. Um ativo fixo é qualquer ativo tangível que a empresa planeja usar por mais de um ano. Por exemplo, edifícios, terrenos, máquinas, veículos, ferramentas, móveis, computadores e assim por diante. Ativos de longo prazo vitais para as operações de uma empresa também são conhecidos como ativos imobilizados (PP&E).

Todos esses ativos fixos tangíveis perdem valor com o tempo devido ao desgaste, o que é conhecido como depreciação. Existem várias maneiras de calcular a depreciação, incluindo a depreciação em linha reta, que já cobrimos. Geralmente, a depreciação é um bom indicador de como um investimento se espalha ao longo do tempo.

O que é RoFA?

RoFA vem do inglês Return on Fixed Assets e significa retorno sobre ativos fixos, ou quanto dinheiro a empresa ganha em troca de seus ativos. Para calcular o RoFA, divida a receita operacional atual pelo custo de investimento.

RoFA = receita operacional atual / custo de investimento

— em que a receita operacional corrente é o lucro líquido (lucros);

— e custo de investimento é o valor total investido em ativo imobilizado.

Mas o que significa o RoFA? Em termos práticos, significa que a empresa está recebendo R$ 0,25 para cada R$ 1 gasto. Portanto, é seguro dizer que o RoFA é um bom indicador de retorno sobre o investimento e lucratividade.

Não existe um padrão pelo qual você deva se esforçar quando se trata de RoFA. Por exemplo, setores que exigem muito capital e exigem uma grande quantidade de ativos fixos têm um RoFA mais baixo. No entanto, seu retorno sobre os ativos fixos deve melhorar com o tempo, à medida que a receita cresce. Mais do que tentar atingir um padrão, monitore a direção em que o RoFA está indo.

Como melhorar o retorno sobre ativos fixos

A maneira óbvia de obter mais retorno sobre os ativos fixos é estender sua vida útil, e é aqui que a manutenção realmente brilha. Se você consegue manter os ativos em condições ideais por meio da manutenção de rotina, a produção nunca para, as máquinas duram mais e, portanto, você obtém mais retorno sobre o investimento. Além disso, você evitará gastos excessivos com manutenção de emergência e perdas devido a interrupções e tempo de inatividade.

Como você vai fazer isso é outra questão completamente. Os defensores da Manutenção Produtiva Total acreditam que cada trabalhador deve fazer sua parte, enquanto outros gerentes preferem investir em técnicas de manutenção preditiva cada vez mais sofisticadas. Em qualquer caso, geralmente é mais sensato ser proativo do que reativo.

As grandes conclusões

Começamos afirmando três fatos: as empresas precisam de ativos fixos, os ativos fixos exigem investimentos e as empresas precisam aproveitar ao máximo esses investimentos. Retorno sobre ativos fixos (RoFA) ou mesmo a Taxa de rotatividade de ativo fixo (FAT) são dois indicadores que ajudam a avaliar o retorno sobre o investimento. RoFA é um bom indicador de lucratividade, enquanto o FAT mostra como você está usando os ativos atuais da empresa de forma eficaz.

Não há benchmarks para nenhum desses indicadores, mas você deve monitorar se eles aumentam ou não. A melhor maneira de aprimorá-los é garantir a disponibilidade e a confiabilidade dos ativos, o que você pode alcançar por meio de manutenção preventiva e oportuna. O que não quer dizer que toda despesa de manutenção e reparo seja justificada; se a manutenção para a proporção de ativos fixos aumentar, provavelmente é hora de substituir o equipamento.

Chegamos ao fim desta publicação, mas seguiremos trazendo conteúdo especializado para você

No nosso blog, você encontra atualizações semanais dos mais diversos assuntos ligados à gestão de serviços, administração, gestão de ativos, manutenção e muito mais! Não esqueça de nos acompanhar por aqui, para não perder nossos conteúdos. 

Também é bom lembrar que nós falamos daqueles assuntos sobre os quais possuímos a tal expertise. Se anda precisando de mão de obra ou consultoria em alguma das áreas mencionadas, entre em contato conosco. Também é possível acessar todo o nosso catálogo de serviços através da página de soluções.

Até a próxima publicação!

Voltar