Blog | 5 dicas da gestão de facilities para a retomada de atividades

11 de agosto de 2020

O COVID-19 pegou o mundo de surpresa e colocou muitos no modo de crise, mas a boa notícia é que há uma luz no fim do túnel. Com o tempo, a pandemia diminuirá em gravidade, e as organizações começarão a voltar aos “negócios da maneira usual”, e também da melhor maneira possível.

Desde o começo da pandemia, lemos e ouvimos especialistas de saúde e da indústria tentando ponderar qual será a próxima definição de boas práticas, estas, suficientemente estratégicas e futurísticas, elaboradas para contemplar uma melhor preparação diante de crises sanitárias e humanitárias. A crise do COVID-19 sem dúvida definirá um “novo normal” para as organizações. Agora é a hora dos líderes tomarem medidas proativas e garantirem uma transição segura e suave de volta aos negócios. Anteriormente aqui no blog, já havíamos falado sobre as melhores práticas da gestão de facilities durante a quarentena, e vale a pena conferir o blogpost antes ou depois de ler esse aqui. 

Mais dicas de leitura: o E-book ‘Guia Definitivo da Gestão de Facilities’, de nossa autoria

Sem mais delongas, siga estas cinco dicas para ajudar sua organização a se adaptar a uma abordagem pós-pandêmica dos negócios:

1. Adote uma atitude de "reconstruir" em vez de "retomar"

Diante do contexto pandêmico, muitas organizações seguem lutando para se adaptar, planejar e entregar como normalmente. Os líderes foram lançados no gerenciamento de crises e forçados a estabilizar as operações, proteger os funcionários e se comunicar com as partes interessadas de maneiras novas e sem precedentes.

A verdade é que a vida é diferente agora. Provavelmente, não haverá a oportunidade de voltar aos "negócios como de costume" quando as operações forem retomadas. Em vez disso, as organizações devem adotar medidas para “reconstruir” as operações, planejando ativamente um futuro diferente — que explique as mudanças sociais e os impactos do vírus (como limitar as multidões, redesenhar os escritórios para manter o distanciamento social e mudar para um ambiente mais digital).

2. Evolua além do gerenciamento de crises para impulsionar a transformação

O termo "gerenciamento de crises" geralmente implica um retorno ao normal dentro de semanas. A pandemia do COVID-19 mudou essa definição, forçando as empresas a formular estratégias para tornar suas instalações e operações mais eficazes nos próximos meses (e até nos próximos anos), à medida que se ajustam ao novo "normal".

A equipe de liderança da sua organização tem o poder de abraçar as circunstâncias atuais e, ao mesmo tempo, criar resiliência e agilidade organizacional. Concentre seus esforços na virtualização, automação e agilidade das operações da instalação para garantir as respostas mais rápidas e eficientes aos desafios e oportunidades relacionados à instalação.

3. Estabeleça um plano de preparação para o COVID-19

É provável que o COVID-19 produza situações angustiantes para equipes de liderança, funcionários e ocupantes. Então, como sua organização pode recuperar a confiança das partes interessadas e tornar as operações mais resilientes? Se você não souber por onde começar, considere revisar (ou criar) o plano de continuidade de negócios da sua organização.

O plano de continuidade de negócios da sua organização deve apresentar um plano de preparação para COVID-19. Este plano deve incluir e descrever como sua empresa implementará (no mínimo) as seguintes medidas em conformidade com as diretrizes das instituições oficiais de saúde:

— Medidas de prevenção de infecções;

— Identificação rápida e isolamento de pessoas doentes;

— Controles administrativos para distanciamento social;

— Limpeza, desinfecção, descontaminação e ventilação;

— Treinamento de funcionários necessário para implementar o plano;

— Fornecimento de gerenciamento para garantir a implementação efetiva e contínua do plano.

Um plano de continuidade de negócios pode ajudar a descrever o impacto potencial de situações de desastre e circunstâncias imprevistas, como a COVID-19. Ele também cria políticas para responder a essas situações. Esses protocolos podem ajudar sua empresa a se recuperar rapidamente e voltar a funcionar como deveria.

4. Siga as diretrizes recomendadas pelas instituições de saúde para limpar e desinfetar seus edifícios

Os procedimentos de limpeza permanecerão importantes para as pessoas, pois procuram garantir que suas escolas, escritórios e instalações sejam seguras. Uma das melhores (e mais fáceis) maneiras de recuperar a confiança da comunidade e aliviar a ansiedade dos pais, ocupantes e inquilinos é garantir que seus edifícios sejam limpos e desinfetados de acordo com as diretrizes aprovadas pelas entidades de saúde, como a VigSan e o Ministério da Saúde.

5. Eduque os funcionários sobre como retornar ao trabalho com segurança

Os empregadores podem reduzir significativamente a disseminação do COVID-19 implementando medidas de controle de doenças em suas instalações. Incentive ativamente os funcionários doentes a ficar em casa, especialmente aqueles que estão com febre, tosse ou falta de ar. Instrua os funcionários a não voltarem ao trabalho até que os critérios para descontinuar o isolamento doméstico sejam atendidos.

Os funcionários que parecem ter sintomas do COVID-19 na chegada ao trabalho devem ser imediatamente separados dos outros ocupantes e enviados para casa. E, por último, instrua os funcionários sobre como eles podem reduzir a propagação do COVID-19. Cabe à liderança implementar políticas e procedimentos apropriados para impedir a disseminação dos patógenos causadores de doenças:

— Limite as reuniões a não mais que 10 pessoas;

— Garantir que as regras de distanciamento social possam ser seguidas nas reuniões e no local de trabalho;

— Escalonar os intervalos para limitar o número de funcionários em qualquer espaço comum;

— Limitar o uso de equipamentos de alto toque, espaços comuns e áreas de reunião;

— Limite o congestionamento do tráfego abrindo pontos de acesso adicionais às instalações (mantendo as medidas de segurança apropriadas).

Gestão de Facilities? Considere a Renaux!

Não importa qual seja a sua situação, a Renaux Service está aqui para oferecer assistência e tranqüilidade durante esses tempos sem precedentes. Temos uma variedade de ferramentas e recursos para compartilhar para ajudar sua organização a se recuperar dos desafios relacionados às operações que você enfrentou devido ao COVID-19.

A Renaux Service está no mercado desde 2014, proporcionando soluções em gestão de serviços, com oferta especializada para a Gestão de Facilities. Se está em Pernambuco ou São Paulo, pode entrar em contato direto com uma de nossas filiais sediadas em ambos os estados, mas também temos cobertura para todo o Nordeste, parte do Norte e Centro-Oeste.

Você pode conferir as nossas soluções no menu, caso já conheça bem a própria necessidade. Caso precise de auxílio e consultoria, você pode conversar com um de nossos atendentes. Há opções de contato por todo o site. Fique seguro e saudável esta semana! Nos diga como podemos ajudar.

Até a próxima discussão!

Siga-nos no LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/renauxservice

Mais sobre facilities: ‘A importância dos facilities no pós-quarentena

Voltar